Governo Sarney

Após a rejeição da campanha Diretas Já, as eleições foram realizadas em janeiro de 1985 de forma indireta por um colégio eleitoral que elegeu Tancredo Neves para presidente do Brasil e seu vice José Sarney. Os dois derrotaram Paulo Maluf, o candidato da oposição. No entanto, antes que Tacredo pudesse tomar posse ele foi internado e viria a falecer em abril daquele ano.

José Sarney assumiu o governo, mas não tinha aprovação popular, pois apoiou a ditadura e votou contra a emenda Dante de Oliveira. O país estava com grandes índices de pobreza, desemprego e uma índice externa.

Em 1986 foi lançado o Plano Cruzado:

  • Foi criada uma nova moeda chamada Cruzado;
  • Os preços foram congelados;
  • Salários congelados de acordo com o valor da inflação;
  • Fim da correção monetária.

Os empresários não aprovaram essa medida, mas a população apoiou o governo fiscalizando os estabelecimentos que realizavam remarcações nos preços. Ainda no governo Sarney foram criados o Plano Cruzado II, Bresser e Verão, sem que tenham surtido efeito significativo na economia brasileira.

Em 1987 foi convocada uma Assembleia Constituinte para elaborar a nova Constituição do país que foi promulgada em outubro de 1988. O mandato de José Sarney terminou em 1990.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!


 

Matérias do Concurso

Estudantes lendo livro Concurso Público

Você já escolheu a área em que você vai prestar concurso público? Se sim, aproveite para ler os conteúdos que mais caem nas provas.

Matérias do Concurso