HomeComo passarMatérias do ConcursoBB - Banco do BrasilQuestões de prova - Cargo Escriturário


Questões de prova - Cargo Escriturário

Conhecimentos Básicos:


Atenção: Para responder às questões de números 1 a 2, considere o texto abaixo.

O preço foi uma das mais revolucionárias criações de todos os tempos. Invenção sem dono. Melhor seria chamá-la de uma evolução darwinista, resultado de milhares de anos de adaptação do ser humano à vida em sociedade: sobreviveu a maneira mais eficiente que o homem encontrou para alocar recursos escassos, no enunciado da definição clássica da ciência econômica. Diariamente tomamos decisões (comprar uma gravata, vender um apartamento, demitir um  funcionário, poupar para uma viagem, ter um filho, derrubar ou plantar uma árvore), ponderando custos e benefícios. É a soma dessas ações, feitas no âmbito pessoal, que regula o custo e a disponibilidade de gravatas, apartamentos, funcionários, viagens, filhos ou mesmo árvores.

Como diz o jornalista americano Eduardo Porter em O preço de todas as coisas , "toda escolha que fazemos é moldada pelo preço das opções que se apresentam diante de nós, pesadas em relação a seus benefícios". As consequências dessa atitude, mostra Porter, nem sempre são  óbvias. Até as formas femininas estão submetidas a uma virtual bolsa de valores, e o que se apresenta como grátis também tem seu preço – sem falar que a dinâmica da fixação de preços pode falhar miseravelmente, como comprovam as bolhas financeiras.


(Giuliano Guandalini. Veja, 3 de agosto de 2011, com adaptações)

 

1 - De acordo com o texto, o preço de todas as coisas é esta- belecido

(A) pelo valor das escolhas pessoais, apesar das regras da economia clássica existentes na sociedade de consumo.

(B) por sua situação no mercado consumidor, que de- termina custos menores em função do aumento da oferta.

(C) por economistas que se especializam em avaliar os objetos de consumo mais procurados pelas pes- soas.

(D) pelo acordo possível entre pessoas que desejam comprar e aquelas que precisam desfazer-se de seus bens.

(E) pela relação que as pessoas fazem habitualmente entre custo e benefício quando tomam suas decisões.

 

2 - ideia contida no 2 o parágrafo é:

(A) O cálculo do preço de qualquer produto pode ba- sear-se não somente em aspectos objetivos como também em elementos subjetivos.

(B) Todas as escolhas feitas determinam um preço real, calculado pelos envolvidos nos negócios, a partir da importância de cada uma dessas escolhas.

C) As decisões de comprar ou vender algo são ro- tineiras em uma sociedade de consumo, fato que dá origem a um cálculo do valor dos produtos.

(D) Os benefícios resultantes da fixação de preços ade- quados para as diferentes decisões tomadas indi- vidualmente atingem todo o grupo social.

(E) As pessoas geralmente tendem a optar por escolhas cujo preço esteja de acordo com as possibilidades de realização daquilo que pretendem obter.

 

Atenção: Para responder às questões de números 7 a 10, considere os Textos I e II abaixo.

 

Texto I . Entre outras, constam no Dicionário Houaiss as seguintes definições a respeito do verbo vender :

− transferir (bens ou mercadorias) para outrem em troca de dinheiro;

− praticar o comércio de; comerciar com; negociar;

− convencer (alguém) a aceitar (alguma coisa); pers uadir (alguém) das boas qualidades de (uma ideia, um projeto etc.);

− trabalhar como vendedor;

− ser facilmente vendável; ter boa aceitação de consumo. [...]

Texto II . Também são determinantes no discurso persuasivo a afirmação e a repetição. A propaganda não pode dar margem a dúvidas; a meta é aconselhar o destinatário e conquistar a sua adesão. Daí as frases afirmativas e o uso do imperativo na peroração ("abra sua conta", "ligue já"). A repetição objetiva minar a opinião contrária do receptor por meio da reiteração. É possível encontrá-la não apenas na construção frasal, sobretudo nos slogans que são insistentemente repetidos (quer na forma verbal quer na escrita) junto à marca do produto, mas também nas diversas inserções da peça publicitária nos veículos conforme seu plano de mídia. Não por acaso, o termo propaganda [...] originou-se do verbo propagare , "técnica do jardineiro de cravar no solo os rebentos novos das plantas a fim de reproduzir novas plantas que depois passarão a ter vida própria" – uma ação, portanto, nitidamente repetitiva.

(Carrascoza, João A. A evolução do texto publicitário . São Paulo: Futura, 1999, p. 44 e 45)

 

3 - Tomando-se como referência o que consta nos dois textos, a afirmativa correta é:

(A) O Texto I pode ser corretamente entendido como uma espécie de resumo do assunto que é desenvolvido no Texto II .

(B) O desenvolvimento do Texto II está desvinculado do que consta do dicionário em relação aos sentidos do verbo vender .

(C) O conteúdo do Texto I apresenta sentido de oposição ao que se lê no Texto II .

(D) O sentido principal do Texto I está no verbo vender , enquanto o do Texto II está no verbo propagar , verbos que não podem ser empregados como sinônimos.

(E) A ideia central do Texto II aparece explicitada em um dos possíveis significados do verbo vender , transcritos no Texto I

 

4 - Com base no Texto II , conclui-se que o sentido de propaganda está corretamente expresso em:

(A) repetição de uma única ideia até que o público a quem se dirige a mensagem se canse de ouvir sempre as mesmas frases.

(B) serviços oferecidos por um vendedor, ao criar novas ideias em um mercado já estabilizado e conhecido.

(C) imitação por vendedores de um fenômeno da natureza, o de espalhar ideias como se faz a reprodução de plantas.

(D) difusão de mensagens convincentes e repetitivas, faladas ou escritas, nos meios de comunicação, visando ao consumo de um produto.

(E) insistência voltada para os benefícios trazidos pelo consumo, seja de produtos naturais, seja de objetos criados pelo homem

 

5 - Nos quatro primeiros dias úteis de uma semana o gerente de uma agência bancária atendeu 19, 15, 17 e 21 clientes. No quinto dia útil dessa semana esse gerente atendeu n clientes. Se a média do número diário de clientes atendi- dos por esse gerente nos cinco dias úteis dessa semana foi 19, a mediana foi

(A) 19.

(B) 18.

(C) 20.

(D) 23.

(E) 21.

 

6 - Certo capital foi aplicado por um ano à taxa de juros de 6,59% a.a. Se no mesmo período a inflação foi de 4,5%, a taxa real de juros ao ano dessa aplicação foi, em %, de

(A) 2,2.

(B) 1,9.

(C) 2,0.

(D) 2,1.

(E) 1,8.

 

7 - Considere que os preços de negociação das apólices se- jam 1 unidade monetária para a apólice I , 2 unidades mo- netárias para a apólice II , 3 unidades monetárias para a apólice III , 4 unidades monetárias para a apólice IV e 5 unidades m onetárias para a apólice V . Se a meta men- sal de 1.500 negociações, com participação conforme des- crito no gráfico B, for atingida, a participação da apólice IV na arrecadação total das negociações realiza- das nesse mês, em porcentagem aproximada, é igual a

(A) 48.

(B) 40.

(C) 35.

(D) 45.

(E) 42.

 

Conhecimentos Específicos:

 

8 - O Código de Ética do Banco do Brasil prevê

(A) estrita conformidade à Lei na proibição ao financiamento a partidos políticos.

(B) troca, sem limites, de informações com a concor- rência, na busca de negócios rentáveis.

(C) relacionamento com o poder público, dependente das convicções ideológicas dos seus titulares.

(D) responsabilidade aos parceiros pela avaliação de eventual impacto socioambiental nas realizações conjuntas.

 

9 - O Banco do Brasil espera de seus colaboradores o aten- dimento a elevados padrões de ética, moral, valores e virtudes, tais como:

(A) aceitação de presentes oferecidos por clientes satis- feitos, sem restrição de valor.

(B) associação a entidades representativas alinhadas ao pensamento da diretoria.

(C) repúdio a condutas que possam caracterizar assédio de qualquer natureza.

(D) imposição dos princípios pessoais dos chefes aos membros da sua equipe.

(E) intolerância com a diversidade do conjunto das pes- soas que trabalham no conglomerado.

(E) contratação de fornecedores a partir de um grupo selecionado com parcialidade

 

10 - Após estabelecer claramente objetivos e opositores, as empresas precisam definir quais as estratégias de ata- que, visando ao alcance de vantagem competitiva. A em- presa atacante se iguala à sua oponente, no que se refere a produto, propaganda, preço e distribuição, por meio da estratégia de

(A) ataque pelo flanco.

(B) manobra de cerco.

(C) ataque frontal.

(D) bypass.

(E) guerrilha.

 

11 - Os profissionais que desempenham funções de atendi- mento ao cliente, que ultrapassam os limites entre o "interno e o externo à organização", são chamados de "linha de frente" e constituem um insumo fundamental pa- ra a excelência do serviço e a vantagem competitiva de uma organização. O Banco FGH, desejando constituir uma "linha de frente" capaz de proporcionar melhorias no atendimento aos clientes,

(A) deverá reduzir custos com treinamento de pessoal, uma vez que o estabelecimento de um compromisso emocional com a empresa e o desenvolvimento de habilidades interpessoais se dá, naturalmente, no desempenho da função.

(B) não deverá se preocupar com qualidades, tais como a disposição para o trabalho, a atenção a detalhes, a cortesia e a boa apresentação, na contratação do pessoal para compor sua "linha de frente".

(C) deverá adotar um manual de regras que possibilitem a definição de um padrão rígido de atendimento, inde- pendentemente das especificidades das situações e da variabilidade dos clientes.

(D) deverá criar equipes de alto desempenho a partir do agrupamento de pessoas com habilidades com- plementares, que sejam treinadas e estejam focadas em um propósito comum.

(E) deverá centralizar as decisões, extinguindo a autonomia dos profissionais para que se evitem discordâncias no padrão de atendimento

 

12 - A comunicação entre os funcionários da empresa onde Ana trabalha se dá, em grande parte, por meio da troca de e-mails. Certo dia, Ana notou que um dos e-mails recebidos por ela continha um arquivo anexo e uma mensa- gem na qual Ana era informada de que deveria abrir o ar- quivo para atualizar seus dados cadastrais na empresa. Apesar do computador de Ana conter um antivírus insta- lado, se o arquivo anexo no e-mail contém um vírus, é correto afirmar que o computador

(A) foi infectado, pois ao ler a mensagem, o vírus se propagou para a memória do computador.

(B) foi infectado, pois ao chegar à caixa de e-mail , o vírus contido no arquivo se propaga automaticamen- te para a memória do computador.

(C) não será infectado se Ana não abrir o arquivo anexo, mesmo que ela leia a mensagem do e-mail .

(D) não será infectado, mesmo que ela abra o arquivo anexo, pois o antivírus instalado no computador garante que não ocorra a infecção.

(E) não será infectado, pois os mecanismos de segurança presentes no servidor de e-mail removem automaticamente o vírus do arquivo quando ele for aberto.

 

Gabarito
001 -  E
 007 - E
002 - A
 008 - A
003 - E
 009 - C
004 - D
010 C
005 - A
011 -  D
006 - C
 012 - C

 

FCC - 2013 - Banco do Brasil - Escriturário

Gostou do conteúdo? Compartilhe!


 

Apostila Grátis

mulher estudando para concurso

Está precisando de material de estudo? Aqui você encontra apostilas e provas gratuitas que podem aumentar o seu desempenho em concursos!

Apostila Grátis

Dicas para Concurso

garota estudando

Confira algumas dicas de concursos organizadas especialmente para você se preparar e obter sua vaga na área pública.

Dicas para concurso