HomeApostilasApostila GrátisArquivologiaClassificação, Temporalidade e Destinação de Documento de Arquivos





Classificação, Temporalidade e Destinação de Documento de Arquivos

Classificação e Temporalidade de Arquivo

Com base nos princípios modernos de Arquivologia, surgiram normas e manuais técnicos para controlar a gestão dos documentos públicos e trazer uma organização do Estado e da sociedade. Desde muito tempo, pensava-se sobre a organização e acesso a esses documentos, mas foi a partir de 1988 que a Constituição Federal instituiu que:

“cabem à administração pública,na forma da lei, a gestão da documentação governamental e as providências para franquear sua consulta a quantos dela necessitem” Artº 216, parágrafo 2º.

Essa regra se fortaleceu ainda mais em 8 de janeiro de 1991, com a Lei 8.159/91, sobre a Política Nacional de Arquivos Públicos e Privados. A classificação, temporalidade e destinação de documentos de arquivos são de suma importância para a organização dos arquivos correntes e intermediários e foram produzidos por técnicos do Arquivo Nacional, da Antiga Secretaria da Administração Federal e do Ministério do Planejamento, analisados e aprovados pelo Conselho Nacional de Arquivos (Conarq) que é vinculado ao Arquivo Nacional.

De acordo com o órgão que o documento estiver relacionado, a gestão deverá ser feita pela instituição arquivística, afim de serem orientados. Assim, poderá ser implementado o código e a tabela conforme atividades-fim (relativas ao órgão) e atividades-meio (serviços terceirizados). Por causa da dinâmica a que sofrem algumas atividades públicas é necessário que hajam alterações e revisões para a atualização dos documentos. Veja como são utilizadas as seguintes técnicas:

Código de Classificação de Arquivo

Temporalidade e Destinação de Documentos de Arquivo

Temporalidade e Destinação de ArquivosA tabela de temporalidade contém as atividades-meio e atividades-fim de cada órgão e se destina a definir o tempo de uso e o destino dos documentos relativas as atividades específicas.Para que seja validada, após a sua produção, deverá ser encaminhada para uma instituição arquivística pública.

De acordo com o prazo de vida dos documentos, a necessidade de definir um período para eliminação ou arquivamento foi fundamental para a administração. Esse conceito é chamado de ciclo de vida documental arquivístico. Esse método já era utilizado nos Estados Unidos e Canadá e em países da Europa. No Brasil, com a Lei 8.159/91, em seu artigo 9º, foi definido a eliminação de documentos sob orientação de uma instituição arquivística.

As pesquisas sobre o período de arquivamento de documento começaram a ser feitos desde 1970. O Arquivo Nacional fez um manual cujo título é “Orientação para avaliação e arquivamento intermediário em arquivos públicos” em 1985. No ano seguinte, foram realizadas as primeiras aplicações da técnica por meio da Divisão de Pré-Arquivo do Arquivo Nacional.

Essas aplicações, mesmo que restritas, foram um grande passo para diminuir a quantidade de documentos armazenados e também, tornar o espaço de destinação mais organizado, produtivo e eficaz. Após pesquisas e entrevistas com várias pessoas, incluindo historiadores e servidores relativos à área, foi definido em 1993, a Comissão Interna de Avaliação que determinou prazos e destino dos documentos após anos de uso. Outra fase foi a elaboração da tabela de temporalidade.

Houve a criação de uma tabela em 1993 para os documentos da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Coordenação (SEPLAN). Para isso, um grupo de técnicos do Arquivo Nacional foi organizado. Foi criado também, a Câmara Técnica de Avaliação de Documentos (Ctad), após a instalação do Conarq, para tornar a tabela produzidas pelo SEPLAN juntamente com o Arquivo Nacional, mais usável e aplicável a documentos em todas as esferas públicas.

Veja como é feita a Configuração da Tabela de Temporalidade.

Comentários  

 
ricardo rodrigues fe
0 # ricardo rodrigues fe 28-09-2013 15:31
muito boa
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
valdeleide
# valdeleide 26-09-2014 09:32
adorei o site, dicas muito legais.
Responder | Responder com citação | Citar
 

Gostou do conteúdo? Compartilhe!


Questões de Concurso

Respondendo prova de simulado

Para treinar e se aperfeiçoar, o ideal é responder a questões que irão testar os seus conhecimentos em concursos públicos. Confira em nossa site.

Questões de Concurso

Matérias do Concurso

Estudantes lendo livro Concurso Público

Você já escolheu a área em que você vai prestar concurso público? Se sim, aproveite para ler os conteúdos que mais caem nas provas.

Matérias do Concurso

Edital de Concurso

Ler livros óculos

Nesta seção você encontra os editais de concursos separados por áreas. Escolha uma área de seu interesse e fique por dentro de tudo sobre a vaga escolhida!

Edital de Concurso